Show Menu

A Morte Nossa De Cada Dia – por Israel Kralco

A Morte Nossa De Cada Dia Não morremos aos 70. Morremos todo dia. Isso nada tem a ver com pessimismo, mas justamente por ignorar a morte, subestimamos o valor da vida. Ao procurar por testemunhos de pessoas que sabem o seu prazo de validade, me dou conta do quanto não valorizo minha vida; essas pessoas, muitas vezes recebedoras de um diagnóstico de três meses, dizem nunca mais sentir a brisa do mesmo jeito, nem se importar em ser o CEO de qualquer coisa. Decidem viver e se livrar das raízes escuras do rancor. Deparam-se com a grandeza da simplicidade, descobrem o sabor de uma maçã, o valor de um sorriso…

Read more

Sorteio de livro “Quando me amei de verdade”.

Há algum tempo, minha psicóloga surgiu na terapia em grupo com o livro “Quando me amei de verdade”. A proposta era escolhermos um número de 6 a 84, que a mensagem escolhida diria muito sobre alguma questão importante da nossa vida. E não é que funcionou para todas as que estavam presente? Desde esse dia, penso demais nesse livro. Gosto da sua capa, da sua ideia, do seu propósito e, principalmente, das suas mensagens. Então, que para fechar uma compra na Saraiva na semana passada, resolvi encomendar alguns exemplares para presentear algumas queridas da minha vida e no fim, resolvi sortear um deles na página do blog Facebook (acesse AQUI).…

Read more

Tudo muda – principalmente quando a gente muda – por Priscila Roma

Tudo muda – principalmente quando a gente muda Tudo muda. A rotina muda. O momento muda. A roupa muda. A idade muda. A alma muda. Talvez a única coisa que não mude com essa mesma facilidade é a nossa forma de encarar as mudanças. Temos por instinto buscar o que é seguro; o que é estático; o que é previsível. Mas, como buscar a previsibilidade na vida que é tão probabilística? Podemos tentar prever quando vai chover, quando vamos nos formar, quando vamos casar. Entretanto, o vento pode afastar as nuvens carregadas, a formatura pode ser adiada, o casamento pode não existir. Tudo por fatores alheios a nossa vontade. Queremos…

Read more

Até quando? – a arte das boas perguntas.

Mês passado, me formei em Coaching. Ainda nem consegui absorver essa informação por causa da correria que anda a minha vida e como ainda preciso entregar alguns relatórios para ganhar a certificação internacional, parece que a coisa toda ainda não está finalizada. Enfim…aprendi muito em todos os encontros e uma das principais ferramentas que aprendi a utilizar por lá é a que se refere ao poder de uma boa pergunta. O método da minha formação em Coaching é o da Maiêutica, que num resumo bem resumido, é um método criado por Sócrates, que convidava os seus discípulos a duvidarem do seu próprio conhecimento através de questionamentos, perguntas. Dessa forma, ele…

Read more

Não me abandonem…

Sei que já estou chata com essa coisa de explicar o meu sumiço e a minha ausência por aqui, mas hoje quis lembra-los de que eu não abandonei o blog e nem os seus leitores, só não estou num momento com muito tempo disponível para aparecer por aqui. Final de semestre da faculdade, mudança, sintomas da gravidez, cansaço… Mas não me abandonem, ok? Juro que logo eu estou de volta. Continuo presente nas redes sociais do blog. Como tanto no Facebook quanto no Instagram consigo postar do celular e de qualquer lugar, acabo publicando mais! Para quem ainda não segue o blog em nenhuma rede social, AQUI está o link da página no…

Read more

Filhos órfãos de pais vivos

Semana passada, assisti a um vídeo sugerido pela psicóloga do meu grupo de terapia, que falava sobre “filhos órfãos de pais vivos” (veja o vídeo aqui!). Apesar da conotação religiosa do vídeo, que foi feito em um congresso chamado “Mulheres diante do trono”, refleti muito sobre a fala de Helena Tannure nos primeiros dez minutos e fiquei com vontade de compartilhar a reflexão com vocês. Segundo a palestrante, a expressão foi retirada do livro de Sergio Sinay, “Sociedade dos filhos órfãos – quando pais e mães abandonam suas responsabilidades” (que eu ainda não li, mas estou louca para ler). Apesar de ela soar um tanto exagerada, acredito que a ideia…

Read more

Sobre mudanças e ciclos

No dia 19 desse mês completei dois anos como colaboradora do “Sobre a Vida”. Desde o meu primeiro texto por aqui, iniciei e concluí ciclos importantes e sofri inúmeras mudanças. Das principais: me casei (oficialmente), comecei o curso de Psicologia, lancei um novo blog, dei início a uma consultoria literária, engravidei do meu segundo filho e a última, mudei de endereço. E foi, justamente, nesse processo de mudança, com todos os seus percalços e cansaços, que eu refleti um tanto sobre mudar num modo geral. Na minha última sessão de análise, falei sobre a minha necessidade por variar, de vez em quando. Seja a cor de uma parede ou a…

Read more

A armadilha do perfeccionismo – por Priscila Roma

A armadilha do perfeccionismo Nos últimos dias, diversos episódios me fizeram refletir sobre o perfeccionismos e suas diversas vertentes. Uma das mais curiosas é que muitas vezes quando uma pessoa é perguntada sobre um defeito seu – numa entrevista de emprego, por amigos, num processo de autoconhecimento – mais do que prontamente a pessoa responde: “eu sou perfeccionista” e abre um sorriso. Naquele contexto, tudo a que a pessoa se referia era qualquer coisa, menos um defeito. Na verdade, a linguagem corporal, o tom de voz, a situação, tudo leva a crer que se trata de uma falsa modéstia. No fundo, a pessoa acredita que ser perfeccionista é uma qualidade,…

Read more

Sobre Auto Responsabilidade

A cada dia mais, principalmente na formação que estou fazendo de coaching, mas também no perpassar do cotidiano, aprendo sobre a importância de me auto responsabilizar por tudo o que acontece na minha vida. A primeira vez que refleti sobre essa questão foi há pouco mais de dois anos quando iniciei uma longa viagem para dentro de mim. Na época, inclusive, publiquei o meu primeiro texto aqui, chamado “Somente você pode viver a sua vida” aonde eu falava, justamente, sobre essa auto responsabilidade. Confesso que mesmo dois anos depois, mesmo depois de muita terapia, análise, reflexões, amadurecimento e o ingresso na faculdade de Psicologia, continuo como aprendiz nesse processo de…

Read more

Casa Tpm 2014 – sobre mulher, corpo e trabalho – primeiro dia.

Como mencionei nas redes sociais no penúltimo final de semana, participei da terceira edição da Casa TPM, que em resumo, é um evento promovido pela revista TPM que visa trazer à discussão questões atuais referentes ao universo feminino. Como sempre fico de escrever um texto e nunca o faço, decidi sentar e escrever o que dava, antes que a ideia e o tempo passassem e eu não o fizesse. Não vou fazer um resumo de tudo o que aconteceu, mas quero só frisar os pontos que me chamaram mais atenção durante as discussões. Primeiro dia: Quem abriu a Casa, pelo terceiro ano consecutivo, foi o Fernando Luna, que é o…

Read more

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 359 outros seguidores