Show Menu

É tempo de amadurecer

É tempo de amadurecer O outono é uma das minhas épocas preferidas do ano porque ele não é nem tão quente, nem tão frio, porque ele encerra aquele calor, a abundância de sol e a sensação de férias do verão e anuncia a chegada do meu querido e acolhedor inverno. Como acredito muito na ligação das fases e condições da natureza aos nossos movimentos da vida, não consigo me enxergar desconectada do que acontece ao meu redor e talvez por isso, me identifique tanto com o outono. Sendo ele, uma estação de passagem, sempre aproveito o momento para rever tudo o que fiz no período de muita luz, de muita…

Read more

Diário gestação – parte 3

Segue a terceira parte do meu diário de gestação… 18/03/15 – #dia16 Ontem abusei um pouco da minha disposição. Passei a tarde com uma amiga que está grávida de 35 semanas e que precisa fazer mais repouso. Fomos numa loja de bebê, no shopping, no supermercado e mais em alguns lugares e na tentativa de facilitar pra ela, exagerei na minha dose. À noite, ainda tive hidro e quando cheguei em casa, não conseguia nem me mexer. Jurei que não farei mais isso para não estar cansada no dia em que entrar em trabalho de parto. Ah, além das contrações espaçadas, ainda não tem nenhum sinal de nada. Hoje estou…

Read more

Sobre maternidade e o encontro com a própria sombra

Estou lendo o livro “A maternidade e o encontro com a própria sombra” da Laura Gutman, e estou adorando. Talvez você já tenha ouvido falar (bem ou mal) dele ou você não tenha gostado muito da leitura – e te entendo completamente -, mas como eu comungo demais com a posição da autora e como acho que vale a reflexão, hoje quis vir falar um pouco sobre ele. De forma bem resumida, Laura afirma em seu livro, que a maternidade, além de ser um momento maravilhoso, revela a sombra da mãe (entenda por sombra a parte escura do mundo psíquico e espiritual) e que o bebê sente como se fossem…

Read more

Quando me tornei mãe ou Feliz Aniversário, João Pedro!

Não, eu não me programei para ganhar um filho tão próximo do outro. Foi uma “coincidência” da vida, mesmo! Bom, o primeiro filho veio sem planejar (ele era para o dia 30/03, mas nasceu no dia 19) e o segundo, planejávamos para meados de abril, mas tentamos por um dia, por uma vez, um mês antes e ele veio previsto para 30/03, também! Assim, comemoramos hoje cinco anos do João Pedro, na expectativa da chegada do José Antônio. Que presentão para um irmão que aguarda ansioso e amoroso há nove meses! Apesar de estar mais do que mergulhada na gravidez, hoje vim falar do dia em que nasci como mãe e renasci como…

Read more

Diário gestação – parte 2

Segue a continuação do diário… 10/03/15 – #dia8 Bom, a correria permanece…hoje, carro substituto deu problema, ultrassom atrasou, o pedido do almoço atrasou, filho tinha passeio na escola, tomei um suco com a fotógrafa do parto, aproveitei para dar uma passada na livraria e comprar o que faltava no BIG (balde e trocadores de fralda). Agora descanso antes da hidro. Mas tudo vale a pena pelo simples fato de ouvir do médico do ultrassom que estamos 100% bem! Placenta e útero perfeitos, bebê crescendo normalmente e minha cicatriz da cesárea está normal. Hoje tive mais uma daquelas conversas deliciosas sobre parto. Dessa vez, foi com a Camila da Fotonascer…uma querida!…

Read more

Enquanto te espero, José Antônio.

Na minha primeira gravidez, escrevi um texto lindo sobre a espera do meu João Pedro e posso dizer que o que eu escrevi foi um divisor de águas na minha relação com a escrita. Por conta desse texto, participei de um concurso de blogs sobre maternidade, depois, de um livro e a partir desse momento, várias pessoas descobriram o meu amor por escrever. Acho que daquele instante, nunca mais parei ou abandonei a escrita. Como mais uma vez fui invadida pelo amor nessa gestação, que para mim é significado através das palavras, resolvi escrever um texto sobre essa nova espera. Enquanto te espero “Filho, enquanto te espero, milhares de coisas aconteceram…

Read more

De onde você veio – para onde você vai

Sempre gostei das áreas da Psicologia que vinculam o sistema familiar ao modo como as pessoas agem, vivem, escolhem, porque nunca consegui entender um desagregado do outro. Não sei se é porque eu tenho uma família totalmente enlaçada (muitas vezes, até demais), mas de verdade, acredito que somos fruto e resultado da soma de todos aqueles que vieram antes de nós e com quem convivemos desde antes de nascer. Você já se perguntou sobre a influência que o lugar aonde você nasceu tem sobre você? E os seus pais? E a sua origem? E o lugar ao qual você pertence? Quando estudo toda essa conexão, sempre gosto de caminhar e…

Read more

Diário gestação – parte 1

Como mencionei em post anterior, comecei nas redes sociais uma espécia de diário sobre o que estou sentindo e vivendo nessa reta final da gravidez. Segue a primeira parte das reflexões: 03/03/15 – #dia1 Hoje completo 36 semanas de gestação, ou seja, estou entrando no nono e último mês. E para viver intensamente esses últimos dias e quem sabe, compartilhar as dores e as delícias desses momentos finais com outras gestantes, resolvi fazer uma espécie de diário digital nas redes sociais do blog. Começo hoje… Nessa reta final, minha cabeça anda a milhão com tantas expectativas. Não sei se é bem uma ansiedade o que sinto, porque não desejo que…

Read more

Sobre parto, empoderamento e superação!

Não é segredo para ninguém que vem acompanhando minha gravidez, que estou me preparando para viver um lindo e intenso parto natural. Estou há nove meses pesquisando, conversando, me preparando e refletindo sobre o desejo de mergulhar nessa experiência de corpo & alma. Isso mesmo, corpo e alma casados, porque acredito que eles estão mais do que unidos. Quando um é violado, o outro sente também. E agora que o dia se aproxima, resolvi escrever sobre tudo o que penso, o que espero e o quanto tudo o que aprendi e compreendi nesse período, sobre a importância de redefinirmos o modo como nossos filhos veem ao mundo, também mexeu e…

Read more

Reflexões de uma grávida na reta final…

Ando mergulhada em reflexões. Enquanto organizo roupinhas de bebê, brinquedos espalhados pela casa e louças na cozinha (tenho poucos armários em casa, então, estou sempre otimizando espaços e me desfazendo de inutilidades), penso e penso e penso. Penso sobre como será nossa nova rotina, sobre o que farei para não me abandonar nos primeiros meses, sobre como administrarei a dinâmica com dois filhos, sobre como somos invadidas por um turbilhão de emoções nessa fase, sobre como ninguém consegue entender o que sentimos e o que vivemos… Algumas vezes, inclusive, rabisco uma frase ou um pensamento para desenvolver depois por aqui, mas sempre acabo deixando para lá. Até me cobro bastante…

Read more

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 440 outros seguidores